A agência me enviou um teste de tradução, e agora?

É comum encontrar alguns colegas que finalmente conseguiram receber o primeiro teste para começar a trabalhar como freelancer, e muitas vezes vejo as mesmas perguntas:
“É normal receber um teste não remunerado com 1000 palavras?”

 

“Me enviaram um teste de um artigo inteiro. Devo fazer ou não?”
“Estou fazendo um teste que é um fragmento de um trabalho maior. Já pesquisei e soube que alguns colegas estão fazendo o teste de outras fragmentos do mesmo arquivo. O que vocês acham disso?”
Essas e outras dúvidas são muito comuns quando estamos começando, por isso decidi fazer esse post. Achei que já tivesse falado sobre esse assunto por aqui, mas pelo que andei revendo os posts publicados e os rascunhos, mas realmente esse um tema que ainda não foi abordado.
A primeira informação é que há diferentes tipos de testes! O teste de um tradutor literário não será igual ao de um tradutor simples que, por sua vez, não será igual ao de um legendador, por exemplo.
Eu nunca trabalhei com tradução literária, mas pelo que aprendi na pós-graduação e pelo que escuto dos colegas que atuam nesta área, o teste de um tradutor literário é bem grandinho. Podem receber umas 5000 palavras para traduzir, 10 a 15 páginas ou mesmo um capítulo pequeno de um livro.
Um tradutor simples, jurídico ou técnico geralmente recebe testes de 150 a 500 palavras. Há também quem não aceite fazer mais que 300 palavras.
Já no caso das legendas, já fiz dois tipos diferentes de teste: recebi um vídeo de 5 a 10 minutos, podendo ser com ou sem script (isso vai depender da empresa), para enviar as legendas traduzidas (no meu caso, do espanhol para o português). Outro modelo de teste de legendagem que fiz foi traduzir o roteiro que continha as falas do narrador (enviar esta tradução no word) e uma pequena parte onde um homem falava (2 a 3 minutos, aproximadamente) deveria ser entregue legendada (neste caso, do português para o espanhol).
Com certeza há outros modelos de testes, mas por falta de conhecimento, não cito aqui. Os testes de tradução para dublagem, por exemplo, não sei como são, pois não trabalho com dublagem e nunca vi nenhum colega comentando sobre como funciona.
Fique atento também ao prazo de entrega caso o teste não seja remunerado. Se enviam um arquivo muito longo com prazo de entrega curto, cuidado! A luz vermelha pode acender e é importante que você fique alerta, pesquisando mais um pouco sobre a empresa e solicitando mais informações sobre como são feitos os procedimentos de testes, e futuramente de trabalhos.
O importante é ter a certeza de que você não está fazendo um trabalho de graça. Caso desconfie, entre em contato e informe que 900 palavras para um teste é muita coisa, que você fará 500 e será o suficiente para analisar o seu trabalho, por exemplo.
Para não ter risco, procure se informar sobre a agência ou cliente para o qual você prestará serviço para saber se o mesmo é confiável. Lembre-se que existe uma blacklist no Proz disponível para consulta, e você também pode pegar a opinião dos colegas sempre que surgir uma dúvida. E sempre mantenha o diálogo com seu futuro cliente, afinal, é conversando que a gente se entende.

5 Comentários para: “A agência me enviou um teste de tradução, e agora?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.