Quero ser tradutor, e agora?

Algumas pessoas querem ser/começar a trabalhar como tradutor, mas não têm ideia do que fazer, como começar, etc. Eu também já tive essas dúvidas e por não conseguir encontrar as respostas, acabei indo parar em uma faculdade de pedagogia. Hoje, com a internet, existem mil blogs e redes sociais onde você pode fazer uma pergunta e encontrar várias respostas com diferentes pontos de vista.
Mas não é porque eu não tive as respostas que outras pessoas precisarão passar por isso também. Aqui no blog procuro postar assuntos que ajudem os iniciantes a tomarem suas decisões com mais confiança.
Infelizmente em nossa profissão não existe uma receita de bolo, mas algumas dicas sempre são bem-vindas, certo? E se você já decidiu que quer ser tradutor, mas não sabe o que fazer agora, esse post é para você!!!
Quero ser tradutor, e agora???
Pare e pense
Realmente quero ser tradutor? Eu sei como é essa profissão no dia a dia? Essas perguntas parecem bobas, mas não são. Muitos têm uma ideia errada sobre a nossa profissão. Conheço pessoas que se formaram, e depois desistiram por diversos motivos, e um deles era porque acharam a profissão muito solitária. Outros pensam que é molezinha só porque a maioria dos tradutores trabalha em casa. Não se iluda! Trabalhar em casa e como autônomo pode parecer muito bom, mas exige bastante do profissional.

Depois de refletir bastante sobre a profissão, fazer pesquisas e ver se realmente possui perfil para ser tradutor, vamos ao segundo passo.

(In)Forme-se
Mesmo já tendo domínio de um idioma estrangeiro e da língua materna, muitas pessoas ainda se sentem inseguras para entrar no mercado. Talvez você tenha terminado um curso de letras ou mesmo de tradução e, apesar de ter conhecimento linguístico e algumas técnicas, esteja sentido falta de algum conhecimento específico para se especializar. Talvez você esteja vindo de uma formação em outra área (direito, medicina, publicidade, etc.) e quer direcionar sua profissão para a tradução, mas sente falta de uma base linguística.E, claro, não podemos esquecer das noções de informática! O computador é nossa ferramenta de trabalho e você tem quem ter uma noção mínima de como utilizá-lo, instalar softwares, etc.

Entre em contato com profissionais que já atuam na área, seja através das redes sociais, congressos, eventos, blogs. A troca de experiência sempre é muito útil, e com certeza as pessoas terão algum curso para indicar ou alguma dica para dar.
Faça cursos, tanto para se aperfeiçoar como para conhecer as técnicas de tradução. Pode parecer bobeira, mas traduzir vai muito além de passar um texto de um idioma para o outro.
Analise e Planeje
Se chegou nesta fase é porque você já tem alguma base para ser tradutor. Agora é preciso criar um

plano de negócios para que você comece a conseguir trabalho, e para isso você deve responder as perguntas abaixo:

  • Quais serviços vou oferecer? Tradução, versão, legendagem, tradução para dublagem, interpretação, revisão, transcrição, etc.
  • Com quais idiomas vou trabalhar? Para ser tradutor a fluência não é tudo, mas ajuda bastante. Se você sabe inglês fluentemente e espanhol intermediário, por exemplo, não diga que traduz os dois idiomas. Vejo muita gente falando que sabe inglês, espanhol, italiano e francês básico. Oi?! Francês básico não faz de você um tradutor de francês. Outro detalhe: se você sabe vários idiomas, vai perceber com o tempo que trabalhará mais com um do que com outro. Não escolha trabalhar com um idioma só porque tem menos “concorrentes”. Trabalhe com o idioma que você gosta e procure se diferenciar no meio da multidão.
  • Em quais áreas vou me especializar? Se especializar em uma área, seja ela jurídica, médica, técnica, financeira, etc., é interessante já que isso é bom tanto para o cliente, como para você, pois saberá quais tipos de empresa poderá atender com os seus serviços, e não perderá muito tempo pesquisando termos específicos usados em determinadas áreas. Também é importante ter um conhecimento geral para que não fique preso às suas áreas de conhecimento.
  • Quais equipamentos vou utilizar? Pense em todos os equipamentos necessários para o seu trabalho, desde um bom computador, mesa e cadeira adequados, um bom fone (caso você trabalhe com tradução audiovisual), até as CAT e software que vai precisar. Lembre-se que você é um profissional e esses são seus instrumentos de trabalho, portanto, invista neles.
  • Quais tarifas vou praticar? Assunto polêmico, porém importante! Você até pode usar a tabela do Sintra como referência, mas só se for para cliente direto. Se estiver trabalhando em parceria com uma agência de tradução ou com um colega, verifique os valores de acordo com os orçamentos que possuem. Você pode ler mais sobre esse assuntos nos posts “Quanto devo cobrar” e “Agência de tradução x Cliente direto“.
Agora que você já passou por todas essas etapas e fez um breve planejamento do seu negócio, chegou o momento de ir para o mercado!
Eu sei que bate um certo receio, mas o momento perfeito nunca vai chegar. Sempre existirá algo que pode ser melhorado, então, dê o primeiro passo. Com o tempo você vai ganhando experiência e se aperfeiçoando.
Procure clientes, mostre para o mundo quem é você e o que você faz. E mostre que você é bom naquilo que faz!
Fonte de inspiração: blog El traductor en la sombra.

15 Comentários para: “Quero ser tradutor, e agora?

  1. Cláudia Lutz

    Muito interessante a sua postagem! Percebo que esse é um mercado fechado.. principalmente no que diz respeito ao seu trabalho vinculado a uma editora, por exemplo, o que me parece dar mais estabilidade para o tradutor!

    Responder
  2. Luana Moura

    Olá, estou fazendo um curso de Inglês no momento e comecei a me interessar pela carreira de tradução. Mas tenho muitas dúvidas a respeito do assunto, apesar de pesquisar bastante. Gostaria de saber se somente com o curso de Inglês é possível conseguir algum trabalho na área? Como posso fazer com relação ao meu estudo para me preparar melhor para este trabalho? E é possível encontrar uma empresa que contrate o funcionário para trabalhar exclusivamente online? Pois gostaria de usar este formato de interação para poder viajar para os Estados Unidos e aperfeiçoar minha fluência e também viajar para outros países afim de aprender outros idiomas, e seria mais pratico fazer isso já tendo um emprego e tendo a disponibilidade de trabalhar via online. Gostei muito da postagem e do seu canal, se puder reservar um tempinho para esclarecer minhas dúvidas, agradeço desde já.

    Responder
    1. Marina Castro

      Eai, faz quase um ano que postou que estava se interessando nessa área.. Eu comecei a me interessar agora e queria saber como estão os seu planos 😀

      Responder
  3. Ana Paula Panice

    Ola tudo bem? Eu estou muito interessada em trabalhar como tradutora de livros e artigos em geral. Eu gostaria muito de me especificar em traduçao de textos para eu amo ler e escrever e ja faço issi naturalmente. Eu sou fluente em ingles. Ja dou aulas a mais de um ano mas traduçao de texto so ajudando os amigos ate agora. Existe algum curso que eu possa fazr para melhorar a parte linguistica e saber as tecnicas especifico p traducao de livros?
    Muito grata 🙂

    Responder
  4. Natália Paiva

    Finalmente achei a ajuda que procurava! Muito obrigada por seu post, você não faz ideia do quanto me ajudou. Estou no 3º ano do ensino médio e estava meio em dúvida sobre a faculdade de Letras (Português-Inglês) porque não fazia ideia de como seria, mais ou menos, o trabalho de um tradutor. Agora sei que é isso mesmo que eu quero. Obrigada novamente pela ajuda.

    Responder
  5. Sara Schimith

    Ola. Tenho uma pergunta, nao sei se podera me ajudar. Mas eu morei na Espanha do ano 2004-2009, aprendi o espanhol com eles, estudei la e desde entao falo, escrevo e entendo perfeitamente. Cheguei no Brasil ja faz 7 anos, e cheguei a dar aula por quase um ano em uma escola de idiomas e uma escola particular. Porem nao tenho nenhum diploma em letras ou em tradutora. Gostaria de saber se eu conseguiria trabalhar como tradutora (online) mesmo nao tendo diploma, e qual empresas voce me indicaria? Obrigada, aguardo respostas..

    Responder
    1. Laila Compan Resposta do autor

      Oi, Sara! Mesmo sabendo o idioma, sugiro que faça um curso de tradução antes de se jogar no mercado, para aprender as técnicas e até mesmo com qual área pretende trabalhar. Isso vai facilitar muito a sua busca por trabalho.
      Bjs,

      Responder
  6. Maicon Morais

    Oi, tudo bem Laila ?, eu quero muito me tornar um tradutor para dublagem, mas nao tenho experiencia anterior, nao sei se preciso saber utilizar alguma CAT tool, e se eu precisar, existe alguma maneira que eu possa aprender sozinho?, existe alguma cat gratuita?, nao sei se o meu curriculo precisa estar em inglês, anyways, pode me ajudar? beijos.

    Responder
    1. Laila Compan Resposta do autor

      Maicon, o ideal é fazer um curso voltado pra essa área da tradução. Dá uma olhada no post que falo sobre o curso de tradução pra dublagem da Dilma Machado. É um excelente curso!!!

      Responder
  7. daniela

    Sou estudante em uma escola francesa mas nem sempre foi asim antes vivi em Portugal e espanha , no proximo ano devo escolher o que quero fazer no futuro pois irei começar os meus estudos profissionais e como ideia principal tenho a traduçao pois falo: portugues(pt)(br) , espanhol , frances e ingles, estou a aprender romeno , apronfundei muito os meus conhecimentos sobre a traduçao , e sem duvida este post me deu uma ajuda essencial , porém continou com muitas duvidas se devo mesmo seguir com a ideia de ser tradutora…

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.